100%

Campanha pede permanência de Municípios na Reforma da Previdência

Lançada na semana passada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), a campanha Movimento Municipalista pela Reforma da Previdência – Equilíbrio para o Brasil pede a manutenção de Estados e Municípios na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019 – que trata da Nova Previdência. “É uma realidade o aumento da expectativa de vida e a diminuição do número de filhos nas famílias. E tudo fez com que houvesse um desequilíbrio enorme nas contas da previdência, um déficit orçamentário de R$ 270 bilhões, no ano passado, e a previsão que possa chegar a R$ 300 bilhões este ano”, explica o presidente da CNM, Glademir Aroldi.

Os líderes municipalistas têm se mobilizado para garantir a permanência dos Municípios no texto apresentado pelo governo ao Congresso. Para o presidente da CNM, áreas fundamentais como saúde e educação são impactadas por conta do déficit da previdência. O manifesto lançado pelo movimento municipalista destaca redução de despesa de R$ 41 bilhões, nos primeiros quatro anos, e de R$ 170 bilhões, em dez anos, para os 2.108 Municípios com Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). Isso só com aposentadorias e pensões.

“Nós precisamos, agora, de uma vez por todas, enfrentar esse problema sob pena de as futuras gerações pagarem uma conta muito alta ou, até mesmo, não termos condição de pagar essa conta no futuro”, alertou Aroldi. Um manifesto publicado no site da CNM destaca que a PEC estabelece um modelo previdenciário sustentável para a atual e as futuras gerações. Assinado pelos presidentes das entidades estaduais, o documento foi entregue ao presidente e ao relator da comissão especial da reforma, Marcelo Ramos (PL-AM) e Samuel Moreira (PSDB-SP).

Consequência
“Eu entendo que aprovada a proposta da previdência, vai se criar um clima no Brasil que facilitará o desenvolvimento econômico. Os investidores internos vão investir mais e os investidores externos virão para cá com muita força”, afirma Aroldi. Ele acredita que esse é o caminho para gerar emprego e renda e aumentar o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. “Essa matéria é urgente. E manter os Estados e Municípios na reforma é fundamental, e o Brasil precisa entender isso”, afirma.

A campanha encabeçada pela CNM traz um espaço de panorama, no site, para que gestores municipais com RPPS possam calcular o impacto da PEC em sua gestão, individualmente. Na página on-line, a CNM destaca que o impacto positivo pode ser ainda maior, uma vez que a economia real de cada Município, cuja previdência é totalmente capitalizada, o que importa é a alíquota patronal ordinária e suplementar. Nesses casos, o mais importante é a diminuição do déficit atuarial, que reduzirá, em média, 74%. A estimativa da entidade municipalista é de redução nos gastos supere a marca de R$ 391 bilhões, em 20 anos.

Alíquota
Outro ponto positivo, em que se embasou a campanha municipalista, é o fato de a PEC acabar incentivando Municípios criarem o regime próprio. Assim, a CNM estima redução média nas taxas de contribuição de 55% – referentes à alíquota patronal para o RGPS e ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). “Mesmo para os que se mantiverem no Regime Geral de Previdência Social, a PEC traz ganhos ao obrigar a desvinculação do servidor aposentado de suas funções na prefeitura”, informa o presidente da CNM. Vídeos com esclarecimentos mais pontuais sobre o texto também podem ser acessados no banner da campanha.
 

Leia também: Articulação para manutenção dos Municípios na reforma da previdência repercute em jornais de todo o País
Prefeitos pedem permanência dos Municípios na reforma da Previdência, afirma Aroldi à imprensa
Aroldi articula demandas e apresenta manifesto para manter todos os Municípios na reforma da Previdência
Nova Previdência é pauta de encontro do presidente da CNM com parlamentares 

Por Raquel Montalvão
Foto: Arte CNM
Da Agência CNM de Notícias


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios
Protocolos desta Publicação:Criado em: 11/06/2019 - 16:35:25 por: Joel da Silva Lima - Alterado em: 11/06/2019 - 16:35:25 por: Joel da Silva Lima

Notícias

Com previsão de tempo mais quente em três regiões, inverno começa na sexta-feira
Com previsão de tempo mais quente em três regiões, inverno começa na sexta-feira

Das quatro estações, o período mais frio é chamado de inverno boreal, no hemisfério norte, e de inverno austral, no hemisfério sul. Com previsão de temperaturas acima da média nas regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste, nos próximos três meses, o inverno começa no Brasil nesta sexta-feira, 21 de junho, às 13h. A estação se encerra na madrugada do dia 23 de setembro, quando dá lugar à primavera. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a característica...

Campanha pede permanência de Municípios na Reforma da Previdência
Campanha pede permanência de Municípios na Reforma da Previdência

Lançada na semana passada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), a campanha Movimento Municipalista pela Reforma da Previdência – Equilíbrio para o Brasil pede a manutenção de Estados e Municípios na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019 – que trata da Nova Previdência. “É uma realidade o aumento da expectativa de vida e a diminuição do número de filhos nas famílias. E tudo fez com que houvesse um desequilíbrio enorme nas contas da previdência, um...

No Ministério da Saúde, CNM apresenta reivindicações dos Municípios e esclarece edital do Mais Médicos
No Ministério da Saúde, CNM apresenta reivindicações dos Municípios e esclarece edital do Mais Médicos

O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, cumpriu agenda no Ministério da Saúde (MS) no dia 15 de maio. Na ocasião, ele apresentou as reivindicações dos governos locais, inclusive sobre o a expansão do Programa Mais Médicos, e buscou esclarecimentos sobre o novo edital com a oferta 2.035 vagas para o cadastramento de médicos. “Muitos Municípios, principalmente do interior, ainda necessitam de profissionais médicos, mas o número e a...

Proposta que atualiza Lei de Licitações volta a debate no Congresso
Proposta que atualiza Lei de Licitações volta a debate no Congresso

Item 3 na lista de propostas a serem apreciadas no plenário da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, 15 de maio, o Projeto de Lei (PL) 1292/1995 e apensados, que atualiza a Lei de Licitações, voltou a ser foco de debates entre parlamentares. Após acompanhar um ano de atividades da Comissão Especial, na qual era presidente, o deputado Augusto Coutinho (Solidariedade-PE) é o relator da matéria. Em discurso nesta terça-feira, ele tentou chamar atenção dos parlamentares para os...

Largura diferenciada para cada Estado da faixa de fronteira, projeto tramita na Câmara
Largura diferenciada para cada Estado da faixa de fronteira, projeto tramita na Câmara

Faixa de fronteira com largura diferenciada para cada Estado brasileiro é o que propõe o Projeto de Lei (PL) 1144/2019, em tramitação na Câmara dos Deputados. A Lei 6.634/1979 prevê 150 km de fronteira em toda a linha divisória terrestre do território nacional. A proposta considera as distintas condições de ocupação e de desenvolvimento econômico do País, como: densamente povoado no Rio Grande do Sul, inclusive nas regiões fronteiriças, e população rarefeita e fronteiras...

Dia do Trabalhador: Jijoca de Jericoacoara gera empregos com turismo e preservação da natureza
Dia do Trabalhador: Jijoca de Jericoacoara gera empregos com turismo e preservação da natureza

Como bom Município turístico, Jijoca de Jericoacoara, no Ceará, recebe mais visitantes que o número da população. Estima-se que, por ano, passem 600 mil turistas pela cidade de 19.587 habitantes para chegar às praias e aos atrativos da vila de Jericoacoara, onde moram apenas 3 mil pessoas. Desde que o Município foi emancipado, em 1991, os gestores precisam lidar com as incertezas do emprego temporário e conciliar o aumento da atividade turística com a preservação do meio...

Governo acaba com o sigilo bancário nas operações de crédito com recursos da União
Governo acaba com o sigilo bancário nas operações de crédito com recursos da União

Um parecer da Advocacia-Geral da União (AGU) acaba com o sigilo bancário nas operações de crédito que envolvam recursos da União. Assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, dia 25 de abril, o parecer inclui transações com Estados, Municípios, além de autarquias e fundações da administração pública que envolvam recursos públicos federais. O documento garante aos órgãos de controle federal o acesso a todas as informações que antes ficavam restritas aos bancos e...

Ministério lança Guia de Orientação do Processo de Escolha de Conselheiros Tutelares
Ministério lança Guia de Orientação do Processo de Escolha de Conselheiros Tutelares

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), por meio da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA), lançou nesta terça-feira, 2 de abril, o Guia de Orientação do Processo de Escolha de Conselheiros Tutelares em Data Unificada. O documento é voltado para os futuros membros de 5.956 Conselhos Tutelares em todo o Brasil. Os conselheiros tutelares têm mandato de quatro anos. As eleições ocorrem este ano, no dia 6 de outubro. Os...